Política

Vaccarezza tem cinco dias para pagar fiança à Lava Jato

O ex-deputado Cândido Vaccarezza tem um prazo de cinco dias para pagar uma fiança de R$ 1.522.700,00. [Leia mais...]

[Vaccarezza tem cinco dias para pagar fiança à Lava Jato]
Foto : Arquivo/ Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 26 de Março de 2018 ⋅ 08:02

O ex-deputado Cândido Vaccarezza tem um prazo de cinco dias para pagar uma fiança superior a R$ 1,5 milhão (R$ 1.522.700). O prazo foi requerido pelo Ministério Público Federal, em Curitiba, ao juiz federal Sérgio Moro. A força-tarefa da Operação Lava Jato solicitou que, caso não haja pagamento, o ex-parlamentar fique em prisão domiciliar "considerando o estado de saúde do investigado".

O ex-petista é investigado em um esquema de corrupção que envolve a contratação da compra de asfalto pela Petrobras e para a venda de tolueno da estatal. Vaccarezza foi preso em 18 de agosto do ano passado na Operação Abate, desdobramento da Lava Jato. Quatro dias depois, o juiz Moro considerou problemas de saúde alegados pelo ex-deputado e mandou soltá-lo sob fiança. O prazo era de dez dias.

A defesa do ex-deputado alegou à Justiça que não tinha os valores e recorreu da decisão de Moro. Em 5 de fevereiro deste ano, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região determinou que Vaccarezza pagasse o valor acordado.

A força-tarefa enviou manifestação a Sérgio Moro na última terça-feira. “Embora já confirmada a obrigação em segunda instância, Cândido Elpídio de Vaccarezza, até o momento, não depositou um centavo sequer da fiança arbitrada”, afirmaram os procuradores. Segundo o Ministério Público Federal, se o ex-deputado "efetivamente não tinha capacidade financeira de recolher o valor fiança, sequer deveria ter prestado o compromisso de pagá-la em troca do benefício".

Notícias relacionadas