Política

Cunha reclama de transporte para audiências e Moro rebate: ʹLonge de causar sofrimentoʹ

O ex-deputado federal Eduardo Cunha (MDB-RJ) fez críticas ao transporte utilizado para levá-lo às audiências da Operação Lava Jato. Em duas manifestações enviadas ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-parlamentar reclamou que estava com dores causadas pela ida no veículo. Em despacho, o magistrado informou que fez uma inspeção e que o veículo “está longe de causar sofrimento” a Cunha. [Leia mais...]

[Cunha reclama de transporte para audiências e Moro rebate: ʹLonge de causar sofrimentoʹ]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Matheus Simoni no dia 26 de Março de 2018 ⋅ 13:21

O ex-deputado federal Eduardo Cunha (MDB-RJ) fez críticas ao transporte utilizado para levá-lo às audiências da Operação Lava Jato. Em duas manifestações enviadas ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-parlamentar reclamou que estava com dores causadas pela ida no veículo. Em despacho, o magistrado informou que fez uma inspeção e que o carro “está longe de causar sofrimento”.

"De fato, o transporte no local não é totalmente confortável, mas está longe de causar sofrimento ou de ser indigno ao transportado. Entendo que, com todo o respeito ao ex-Deputado, as condições, embora não sejam ideais, são adequadas, considerando as limitações de recursos das forças de segurança", argumenta o magistrado.

Ainda segundo o juiz federal, Cunha é transportado sozinho na parte de trás do veículo, em bancos acolchoados e com cinto de segurança. O ex-parlamentar é levado nos dias em que precisa ir do Complexo Médico-Penal, na Região Metropolitana de Curitiba, onde está preso, para a sede da Justiça Federal na capital.

Notícias relacionadas