Política

Presos pressionaram amigo de Temer a depor à PF

Os presos foram colocados em celas separadas na superintendência da PF. Encontravam-se no corredor nos momentos em que as grades ficavam abertas para o banho de sol. Não ouviram o coronel Lima se queixar de que passou mal. [Leia mais...]

[Presos pressionaram amigo de Temer a depor à PF]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 03 de Abril de 2018 ⋅ 13:20

Amigo do presidente Michel Temer (MDB) e investigado por supostas irregularidades em decretos portuários, o coronel João Baptista Lima foi pressionado por presos a depor à Polícia Federal.

De acordo com o Estadão, a pressão foi feita pelos detidos na Operação Skala. O oficial levou dois dias para deixar a cela e trocou poucas palavras com os demais investigados. Alguns o classificaram como “arrogante”. O temor era de que, se não falasse, as prisões seriam mantidas. Ao final, o coronel foi o único que se recusou a depor e as prisões foram revogadas.

Os presos foram colocados em celas separadas na superintendência da PF. Encontravam-se no corredor nos momentos em que as grades ficavam abertas para o banho de sol. Não ouviram o coronel Lima se queixar de que passou mal.

Notícias relacionadas