Política

ʹDe zero a dez, chance de golpe é menos umʹ, diz Jungmann

A declaração foi feita em resposta ao comentário do comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, que afirmou ontem, em uma rede social, que repudia a impunidade [Leia mais...]

[ʹDe zero a dez, chance de golpe é menos umʹ, diz Jungmann ]
Foto : Jane de Araújo/ Agência Senado

Por Clara Rellstab no dia 04 de Abril de 2018 ⋅ 14:40

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse hoje que a chance de um golpe militar no país é "menos um": "As Forças Armadas são um ativo democrático hoje no Brasil".

A declaração foi feita em resporta ao comentário do comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, que afirmou ontem, em uma rede social, que repudia a impunidade e que a força "está atenta à sua missão institucional" – o que foi interpretado como forma de pressionar os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) a adotar posição contrária à revisão da prisão de segunda instância.

"Se ele fala pela serenidade e pelo respeito às regras, acho que é correto, bom falar", disse o ministro, segundo a Folha de S. Paulo.

Jungmann se recusou a emitir opinião sobre o julgamento do presidente Lula (PT) em si. "Não vou comentar algo que está sendo decidido hoje. Posso me pronunciar em seguida, mas por ora, não", esquivou-se.

Notícias relacionadas