Política

Funaro divulga registros com repasses de R$ 1 milhão da Odebrecht ao MDB

Em prisão domiciliar por condenação na Operação Lava Jato, o doleiro Lúcio Funaro apresentou um lote inteiro de provas inéditas contra o presidente Michel Temer, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os atuais ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha. [Leia mais...]

[Funaro divulga registros com repasses de R$ 1 milhão da Odebrecht ao MDB]
Foto : Lula Marques/Agência PT

Por Matheus Simoni no dia 10 de Abril de 2018 ⋅ 13:59

Em prisão domiciliar por condenação na Operação Lava Jato, o doleiro Lúcio Funaro apresentou um lote inteiro de provas inéditas contra o presidente Michel Temer, o ex-ministro Geddel Vieira Lima e os atuais ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha.

Segundo informações do jornal O Globo, os documentos apontam o caminho percorrido da propina de R$ 10 milhões paga pela Odebrecht ao MDB durante a campanha presidencial de 2014. O valor teria sido dividido pelo grupo político de Temer.

Os detalhes integram uma nova delação de Funaro que vão servir para dar base a um inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga Temer, Eliseu Padilha e Moreira Franco.

A soma dos repasses é de R$ 1 milhão, dividido em quatro dias, e representa a quantia que o doleiro afirmou ter ido buscar com José Yunes, amigo de Temer. Além das provas novas, o doleiro encontrou outro documento que confirma a entrega da propina a Geddel Vieira Lima.

Notícias relacionadas

[Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos]
Política

Doria diz que Bolsonaro precisa trabalhar mais e tuitar menos

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Nova provocação entre os potenciais adversários nas eleições presidenciais de 2022 acontece em meio ao anúncio de investimentos da montadora Toyota em São Paulo