Política

Jaguarari: Justiça determina afastamento de funcionários da prefeitura por contrato ilegal

Cinco funcionários comissionados da Prefeitura da cidade de Jaguarari, no norte da Bahia, foram afastados por determinação da Justiça na última segunda-feira (9). [Leia mais...]

[Jaguarari: Justiça determina afastamento de funcionários da prefeitura por contrato ilegal ]
Foto : Reprodução/ Blog do Carlos Britto

Por Matheus Morais no dia 13 de Abril de 2018 ⋅ 12:30

Cinco funcionários comissionados da Prefeitura de Jaguarari, no norte da Bahia, foram afastados por determinação da Justiça na última segunda-feira (9). A medida acontece após denúncia do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que investiga contratos e gastos ilegais durante festejos juninos da cidade.

Foi pedido o afastamento de Everton Carvalho Rocha, que assumia o cargo de prefeito até 29 de março, quando teve o mandato cassado pela Câmara de Vereadores por improbidade. Ele também é apontado pelo MP-BA como participante do esquema ilegal das contratações para o São Joao 2017.

De acordo com a denúncia do MP-BA, Everton Rocha e os cinco servidores são apontados por contratar de forma ilegal, via inexigibilidade de licitação, uma empresa que seria responsável por providenciar atrações artísticas durante os festejos juninos do ano passado. Os gastos do município com a festa foram em torno de R$ 2,5 milhões.

Notícias relacionadas