Política

Cajado diz que Neto ‘foi ríspido’ com ida dele para o PP

“Conversei com o prefeito na Executiva em Brasília, ainda que não tenha sido adequado o local, eu disse que se ele não fosse, que ele dissesse, porque eu sairia do partido. A reação dele não foi muito boa, achou que eu estava pressionando". [Leia mais...]

[Cajado diz que Neto ‘foi ríspido’ com ida dele para o PP ]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Alexandre Galvão e Gabriel Nascimento no dia 23 de Abril de 2018 ⋅ 08:28

A saída do deputado federal Claudio Cajado (PP) do DEM não foi tão amigável. Em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, o parlamentar relatou uma conversa com o prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM, ACM Neto.

“Conversei com o prefeito na Executiva em Brasília. Ainda que não tenha sido adequado o local, eu disse que se ele não fosse, que ele dissesse, porque eu sairia do partido. A reação dele não foi muito boa, achou que eu estava pressionando... Apenas queria que me informasse a decisão que ele tomasse, porque eu tomaria outro rumo. Foi um pouco ríspido, disse ‘tome a sua posição porque eu só devo tomar a minha no fim do prazo’”.

Com a negativa, Cajado decidiu sair da legenda em que esteve por 30 anos. “Eu disse a ele que tinha esperado, porém, aí que vem o grande momento da minha lealdade dos 30 anos de partido. De forma despretensiosa, eu negociei com o presidente nacional Ciro Nogueira, com Leão, para mudar, e se o prefeito fosse candidato eu poderia apoiá-lo. Ele resistiu, achou que daria um noticiaŕio negativo e a conversa ficou nessa coisa. Mas eu já tinha decidido”, justificou.

Notícias relacionadas