Sexta-feira, 30 de julho de 2021

Política

Empresa recorre, mas Tinoco garante Centro de Convenções em 2019

Esta semana, uma das empresas que concorrer impetrou recurso. Nessa fase analisa a documentação e a comprovação que as empresas que participam do certame estarão aptas para a contratação, em acordo com as condições previstas no edital e seus anexos. A disputa pelo menor preço é uma das fases do processo licitatório. Se o consórcio de menor preço apresentar problemas na documentação será considerado inabilitado. [Leia mais...]

Empresa recorre, mas Tinoco garante Centro de Convenções em 2019

Foto: Vademiro Lopes / CMS

Por: Alexandre Galvão e Matheus Morais no dia 23 de abril de 2018 às 09:26

Apesar do adiamento da abertura das propostas de construção do Centro de Convenções de Salvador, o secretário de Cultura e Turismo da cidade, Claudio Tinoco, afirmou que o empreendimento ficará pronto “com certeza absoluta” em 2019.

“Estamos confiantes que possamos ter de fato uma contratação de menor preço, mas com uma empresa qualificada. O Centro de Convenções ficará pronto em maio de 2019, com certeza absoluta. O prefeito deve emitir a ordem de serviço para construção do Centro ainda nesse mês de maio”, afirmou, em entrevista a José Eduardo, na Rádio Metrópole.

Esta semana, uma das companhias que pretendia concorrer no processo impetrou recurso. A fase analisa a documentação e a comprovação de que as empresas que participam do certame estarão aptas para a contratação, em acordo com as condições previstas no edital e anexos. Se o consórcio de menor preço apresentar problemas na documentação será considerado inabilitado.

O político confirmou ainda que tem "vontade" de presidir a Câmara Municipal de Salvador. Ele é vereador licenciado. "Eu confirmo que tenho a pretensão, eu estou secretario pois o prefeito me nomeou, mas não conversei com o prefeito sobre isso. No momento certo conversaremos, no momento temos que ter atenção à boa gestão que o vereador Leo Prates está fazendo na Câmara. Mas eu confirmo que tenho essa pretensão", avisou.

Empresa recorre, mas Tinoco garante Centro de Convenções em 2019 - Metro 1