Política

'Pode haver alguém tão íntegro como eu, mas mais não tem', diz Alckmin

A declaração é uma defesa das acusações de suposto recebimento de caixa dois na campanha ao Palácio dos Bandeirantes em 2010

['Pode haver alguém tão íntegro como eu, mas mais não tem', diz Alckmin]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 21 de Maio de 2018 ⋅ 20:00

Para se defender das acusações de suposto recebimento de caixa dois na campanha ao Palácio dos Bandeirantes em 2010, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) disse hoje (21) que não existe alguém mais "íntegro" do que ele.

Ontem, a Folha de São Paulo revelou que a concessionária CCR narrou ao Ministério Público de São Paulo ter favorecido a campanha do tucano em 2010 por meio de um repasse de R$ 5 milhões em caixa dois. 

Alckmin classificou a citação como "absurda" e alegou não conhecer o depoimento. "Tão absurdo, eu não tenho nem conhecimento disso. Pode haver alguém tão íntegro como eu, mas mais não tem", disse.

Notícias relacionadas

[Ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro deixa a prisão]
Política

Ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro deixa a prisão

Por Matheus Simoni no dia 17 de Setembro de 2019 ⋅ 16:27 em Política

De acordo com a colaboração do ex-presidente da empresa, ele ficará preso em casa com monitoramento de tornozeleira eletrônica

[Após Roda Viva, Temer nega 'golpe': 'Jamais houve isso']
Política

Após Roda Viva, Temer nega 'golpe': 'Jamais houve isso'

Por Juliana Almirante no dia 17 de Setembro de 2019 ⋅ 11:17 em Política

Ex-presidente levantou polêmica nas redes sociais ao usar na TV a palavra "golpe", frequentemente utilizada pela oposição para se referir ao impeachment

[CPMI das Fake News vota plano de trabalho hoje]
Política

CPMI das Fake News vota plano de trabalho hoje

Por Juliana Almirante no dia 17 de Setembro de 2019 ⋅ 10:40 em Política

Além dos estudos e pareceres técnicos elaborados, a intenção é incluir ferramentas de consulta pública