Faça parte do canal da Metropole no WhatsApp >>

Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Home

/

Notícias

/

Política

/

Moro diz que Lula prefere se refugiar na 'condição de vítima de imaginária perseguição política’

Política

Moro diz que Lula prefere se refugiar na 'condição de vítima de imaginária perseguição política’

O juiz negou dois pedidos de suspensão dos casos do Sítio de Atibaia e do Instituto Lula

Moro diz que Lula prefere se refugiar na 'condição de vítima de imaginária perseguição política’

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por: Marina Hortélio no dia 19 de setembro de 2018 às 17:00

Os pedidos da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que pretendiam tirar o juiz Sérgio Moro do comando das ações do prédio do Instituto Lula e do Sítio de Atibaia (SP) foram negados pelo magistrado, que é responsável pela Lava Jato na 13ª Vara Federal de Curitiba.

Nas decisão, que foram assinadas na última quarta-feira (12) e ontem (18), Moro afirma que Lula prefere se "refugiar na condição de vítima de imaginária perseguição política”, ao invés de esclarecer os fatos e os motivos relativos as apurações.

Os advogados do petista pedem que Moro abra mão das ações do sítio e do terreno do Instituto "a menos que se queira desafiar a autoridade do Supremo".