Política

Após pedido de Haddad, TSE determina exclusão de links com a expressão 'kit gay'

Decisão do ministro Carlos Horbach afeta conteúdos compartilhados pelo candidato Jair Bolsonaro (PSL)

[Após pedido de Haddad, TSE determina exclusão de links com a expressão 'kit gay']
Foto : Ricardo Stuckert

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Outubro de 2018 ⋅ 09:20

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Carlos Horbach, determinou a suspensão de 36 links de sites e redes sociais com a expressão "kit gay", usada pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) para atacar o adversário Fernando Haddad (PT). Ele atendeu a um pedido da defesa do petista, que alega que a informação é sabidamente inverídica.

De acordo com o magistrado, os conteúdos disponíveis nos links vinculam o livro "Aparelho Sexual e Cia" ao projeto "Escola Sem Homofobia" ou aos programas de livros didáticos do MEC, o que não corresponde às informações oficiais.

Notícias relacionadas