Política

PF indicia Temer por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

O relatório final do inquérito dos Portos foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) hoje (16)

[PF indicia Temer por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa]
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Matheus Simoni no dia 16 de Outubro de 2018 ⋅ 20:47

A Polícia Federal indiciou o presidente Michel Temer (MDB) e outras dez pessoas por organização criminosa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A ação ainda envolve a filha do presidente, Maristela Temer. No caso de Maristela, o indiciamento se dá apenas por lavagem de dinheiro.

O relatório final do inquérito dos Portos foi entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) hoje (16). A PF também pediu sequestro e bloqueio de bens de todos os suspeitos, e a prisão de quatro deles.

O inquérito dos Portos foi aberto pelo STF, a pedido do então procurador da República, Rodrigo Janot, após a delação de executivos do Grupo J&F, que denunciaram pagamentos de propina a agentes políticos. Entre os beneficiados estão Michel Temer e o ex-assessor dele, Rodrigo Rocha Loures, envolvendo decreto editado por Temer.

O caso foi encaminhado pelo ministro do STF Luís Roberto Barroso para a Procuradoria Geral da República (PGR), que tem até 15 dias para se pronunciar por meio de parecer. 

Confira a lista de denunciados:

Lista de indiciados:

  1. Michel Miguel Elias Temer Lulia
  2. Rodrigo Santos da Rocha Loures
  3. Antônio Celso Grecco
  4. Ricardo Conrado Mesquita
  5. Gonçalo Borges Torrealba
  6. João Baptista Lima Filho
  7. Maria Rita Fratezi
  8. Carlos Alberto Costa
  9. Carlos Alberto Costa Filho
  10. Almir Martins Ferreira
  11. Maristela de Toledo Temer Lulia

Indiciados alvos de pedido de prisão preventiva

  1. João Baptista Lima Filho
  2. Carlos Alberto Costa
  3. Maria Rita Fratezi
  4. Almir Martins Ferreira

Notícias relacionadas