Política

TSE determina remoção de vídeo de Bolsonaro sobre risco de ‘fraude’ nas eleições

Coligação"O Povo Feliz de Novo" alegava que o capitão reformado proferiu "inúmeras" ofensas ao PT, ao próprio TSE e ao STF

[TSE determina remoção de vídeo de Bolsonaro sobre risco de ‘fraude’ nas eleições]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 25 de Outubro de 2018 ⋅ 14:40

O tribunal Superior Eleitoral atendeu a um pedido da Coligação "O Povo Feliz de Novo", formado pelo PT/PC do B e PROS e determinou, por 6 votos a 1, a remoção de um vídeo do presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, em que ele afirma que as eleições de outubro podem resultar em uma “fraude” por causa da ausência do voto impresso. A propaganda deve ser removida em até 24h.

A coligação que apoia Fernando Haddad (PT) alegava que Bolsonaro proferiu "inúmeras" ofensas não apenas ao PT, mas ao próprio TSE e ao Supremo Tribunal Federal. O candidato do PSL disse ainda que uma eventual eleição do petista seria uma “ameaça à democracia”.

Ao julgar a questão, os ministros do Tribunal defenderam a atuação da Justiça Eleitoral em garantir a lisura do pleito e o sistema eletrônico de votação.

Notícias relacionadas