Política

Voto para presidente na capital opõe-se ao interior em cinco estados

Nos demais estados em que foram feitas pesquisas, Bolsonaro vence tanto nas capitais quanto no interior. Sergipe é a única exceção, onde Haddad venceria em toda a unidade Federativa

[Voto para presidente na capital opõe-se ao interior em cinco estados]
Foto : Roberto Jayme/Ascom/TSE

Por Marina Hortélio no dia 25 de Outubro de 2018 ⋅ 19:33

As pesquisas Ibope feitas nos 14 estados onde há segundo turno e divulgadas entre os dias 17 e 23 de outubro apontam que em cinco estados o líder nas disputas presidenciais nas capitais diverge de quem lidera no interior. 

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) levaria a corrida presidencial nas capitais de três estados em que Fernando Haddad está na frente no interior. São eles: Rio Grande do Norte, Pará e Amapá.

O petista, entretanto, venceria numericamente em São Paulo e em Florianópolis, capital de Santa Catarina, estados onde o capitão da reserva lidera no interior.

Nos demais estados em que foram feitas pesquisas, Bolsonaro vence tanto nas capitais quanto no interior. São eles: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Amazonas, Rondônia, Roraima, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal. Sergipe é a única exceção, onde Haddad venceria tanto na capital como no interior.

São Paulo
Capital:
Haddad 41% x 40% Bolsonaro
Interior: Bolsonaro 63% x 25% Haddad

Santa Catarina
Capital: Haddad 38% x 34% Bolsonaro
Interior: Bolsonaro 635 x 17% Haddad

Rio Grande do Norte
Capital: Bolsonaro 48% x 27% Haddad
Interior: Haddad 48% x 32% Bolsonaro

Pará
Capital: Bolsonaro 48% x 27% Haddad
Interior: Haddad 42% x 41% Bolsonaro

Amapá
Capital: Bolsonaro 48% x 36% Haddad
Interior: Haddad 45% x 43% Bolsonaro

As pesquisas citadas têm margem de erro de três pontos porcentuais para mais ou para menos e os seguintes registros: SP-00150/2018, RJ-07513/2018, RS-07227/2018 DF-03727/2018, MG-01512/2018, MS-00335/2018, RR-05475/2018, RO-00577/2018, SC-08537/2018, SE-04381/2018, AM-09804/2018, RN‐07695/2018, PA-09126/2018 e AP-09652/2018.

Notícias relacionadas