Política

PF cobra do WhatsApp números que dispararam mensagens em massa

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o objetivo é colher essas e outras informações, inclusive o conteúdo do material transmitido pelo aplicativo

[PF cobra do WhatsApp números que dispararam mensagens em massa]
Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 26 de Outubro de 2018 ⋅ 15:40

A Polícia Federal enviou um ofício para o WhatsApp para saber de quais números de telefone e de que dispositivos partiram os disparos de mensagens em massa durante a eleição. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o objetivo é colher essas e outras informações, inclusive o conteúdo do material transmitido pelo aplicativo. 

A PF tenta identificar, por exemplo, se as mensagens eram negativas ou positivas em relação aos candidatos. Na última semana, um inquérito foi instaurado após reportagem da Folha revelar a atuação de empresários apoiadores de Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, na compra de pacotes de mensagens para disseminar material contra o candidato do PT, Fernando Haddad. 

A prática é ilegal e tornou-se também alvo de investigações no âmbito da Justiça Eleitoral.
 

Notícias relacionadas