Política

Sem mulheres, Bolsonaro divulga equipe de transição

Como Bolsonaro tem o direito de indicar 50 pessoas para a equipe de transição, outros nomes devem ser divulgados até o final da semana

[Sem mulheres, Bolsonaro divulga equipe de transição]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Marina Hortélio no dia 05 de Novembro de 2018 ⋅ 17:47

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) não nomeou mulheres para a equipe de transição, que foi divulgada hoje (5). A lista contém 27 nomes e alguns deles não vão ser remunerados.

Como Bolsonaro tem o direito de indicar 50 pessoas para a equipe de transição, outros nomes devem ser divulgados até o final da semana. Os salários vão de R$ 2,5 mil a R$ 16,5 mil.

A remuneração para metade dos escolhidos é de R$ 9,9 mil. Os valores mais altos, de R$ 16,2 mil e R$ 16,5 mil, preenchem cinco vagas. Considerando os meses de novembro e dezembro, os gastos com os salários da equipe de transição podem chegar a R$ 986 mil.

Confira a lista de selecionados para a equipe de transição abaixo:

Marcos Aurélio Carvalho
Paulo Roberto
Marcos César Pontes
Luciano Irineu De Castro Filho
Paulo Antônio Spencer Uebel
Augusto Heleno Ribeiro Pereira
Gustavo Bebianno Rocha
Arthur Bragança De Vasconcellos Weintraub
Gulliem Charles Bezerra Lemos
Eduardo Chaves Vieira
Roberto Da Cunha Castello Branco
Luiz Tadeu Vilela Blumm
Carlos Von Doellinger
Bruno Eustáquio Ferreira Castro De Carvalho
Sérgio Augusto De Queiroz
Antônio Flávio Testa
Carlos Alexandre Jorge Da Costa
Paulo Roberto Nunes Guedes
Waldemar Gonçalves Ortunho Junior
Abraham Bragança De Vasconcellos Weintraub
Jonathas Assunção Salvador Nery De Castro
Ismael Nobre
Alexandre Xavier Ywata De Carvalho
Pablo Antônio Fernando Tatim Dos Santos
Waldery Rodrigues Junior
Adolfo Sachsida
Marcos Cintra Cavalcanti De Albuquerque

Notícias relacionadas

[PF montou em um dia operação contra Bivar]
Política

PF montou em um dia operação contra Bivar

Por Alexandre Galvão no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 11:00 em Política

Além da casa de Bivar no Recife e da sede do partido, estão entre os alvos endereços de três ex-candidatas do PSL