Política

Ministro de Bolsonaro defende participação privada em universidades públicas

ParaMarcos Pontes, o futuro chefe da pasta de Ciência e Tecnologia, o Brasil ainda deve se inspirar em exemplos de outros países

[Ministro de Bolsonaro defende participação privada em universidades públicas]
Foto : Divulgação/CNI

Por Marina Hortélio no dia 06 de Novembro de 2018 ⋅ 19:30

A participação do setor privado nas universidades públicas e a alteração de leis para permitir investimento e doações diretas às instituições foi defendida hoje (6) pelo futuro ministro da Ciência e Tecnologia do governo Jair Bolsonaro (PSL), o astronauta Marcos Pontes.

Para o futuro chefe da pasta de Ciência e Tecnologia, o Brasil ainda deve se inspirar em exemplos de outros países. "Nos Estados Unidos, como exemplo, a participação das empresas trabalhando com universidades gera melhor infraestrutura da universidade, melhores laboratórios, mais recursos para os pesquisadores que estão ali dentro e as empresas também têm essa possibilidade de trabalhar junto", afirmou.

Para Pontes, a inserção do capital privado nas instituições de ensino públicas pode ser benéfica para a formação do aluno na graduação. O astronauta ainda reconheceu que o assunto pode gerar reações contrárias de início, mas que rejeição deve diminuir com o tempo.

Notícias relacionadas