Política

Após repercussão negativa, prefeitura revoga extinção de tempo integral em creches

Segundo o prefeito ACM Neto, regra só vai valer para novos alunos que ingressem a partir de 2019; nada muda para aqueles que já estão matriculados para o ensino em tempo integral

[Após repercussão negativa, prefeitura revoga extinção de tempo integral em creches]
Foto : Bruno Concha/ Secom PMS

Por Alexandre Galvão no dia 22 de Novembro de 2018 ⋅ 07:00

A prefeitura de Salvador revogou ontem (21) a decisão tomada pela secretaria municipal de Educação de extinguir o ensino de tempo integral em creches para alunos de 4 e 5 anos. O encerramento das atividades, de acordo com a Smed, tinha o objetivo de fazer uma "reformulação específica para o segmento da pré-escola", com o objetivo de abrir novas vagas para atender a estudantes da mesma faixa etária que ainda não conseguiram se matricular na rede.

Agora, a regra só vai valer, determinou o prefeito ACM Neto, para novos alunos que ingressem a partir de 2019 Ou seja, nada muda para aqueles que já estão matriculados para o ensino em tempo integral. 

"A Secretaria de Educação tomou uma decisão que estou invalidando. Essa nova norma só passa a valer a partir das novas matrículas, para que a gente possa ampliar o número de vagas. Ou seja, crianças de 4 e 5 anos que forem se matricular na rede a partir de 2019 irão estudar em apenas um turno. E para as crianças de 2 e 3 anos, nada muda, ou seja, será ofertado o ensino em tempo integral", ressaltou ACM Neto.

Notícias relacionadas