Política

Diretoria de Defesa Animal em Salvador afaga aliados e fustiga adversários de Neto

O projeto está previsto para ser votado no plenário no dia 11 de dezembro

[Diretoria de Defesa Animal em Salvador afaga aliados e fustiga adversários de Neto]
Foto : Divulgação

Por Alexandre Galvão no dia 06 de Dezembro de 2018 ⋅ 15:40

A Diretoria de Defesa dos Direitos do Animais, que será criada pela prefeitura de Salvador, é uma forma de agraciar e punir. Explica-se: agraciar os irmãos Marcell e Marcelle Moraes. 

Ambos, ligados à causa animais, os Moraes foram fiéis ao prefeito ACM Neto (DEM) durante o período eleitoral de 2018. Marcelle, inclusive, foi candidato a deputada federal após pedidos do edil. A ideia era ajudar a coligação do DEM. 

Por isso, inclusive, a diretoria não ficará com a Secretaria da Cidade Sustentável e Inovação (Secis), comandada pelo PV, ex-partido de Marcell e Marcelle. 

A punição cabe à vereadora Ana Rita Tavares (MDB), que também milita na causa ambiental, mas abandonou Neto aos 45 do segundo tempo em 2018. A ideia é enfraquecer a atuação de Ana Rita e minguar seu capital político. 

O projeto está previsto para ser votado no plenário no dia 11 de dezembro.

Notícias relacionadas