Política

Saída do pacto da ONU para a migração 'não é boa' para o Brasil, diz atual chanceler

Em entrevista à TV Globo, Aloysio Nunes comentou posicionamento do futuro ministro das Relações Exteriores

[Saída do pacto da ONU para a migração 'não é boa' para o Brasil, diz atual chanceler]
Foto : Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Dezembro de 2018 ⋅ 12:40

O atual ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, afirmou, hoje (11), em entrevista à TV Globo, que "não é bom" para o Brasil deixar o pacto mundial da Organização das Nações Unidas (ONU) para a migração. Na opinião dele, o acordo é importante para a troca de informações entre países e combate ao tráfico de pessoas.

A declaração vem após posicionamento do futuro chanceler, Ernesto Araújo, que informou ontem (10) que o governo de Jair Bolsonaro (PSL) se "desassociará" do pacto.

Segundo Aloysio Nunes, o Brasil exerce "liderança positiva" no tema imigração e em discussões sobre clima e direitos humanos. Para ele, será uma "pena se houver retrocesso em cada um desses temas".

O pacto, que tem o objetivo de reforçar a cooperação internacional para uma "migração segura, ordenada e regular", ainda deve ser votado uma última vez em 19 de dezembro, na Assembleia Geral da ONU.

Notícias relacionadas