Política

Câmara analisa proteção a deputada que diz ter sido ameaçada de morte por ministro

Alê Silva diz ter sido ameaçada de morte por Marcelo Álvaro Antônio, depois de ela ter denunciado um esquema de candidaturas de laranjas comandado pelo ministro

[Câmara analisa proteção a deputada que diz ter sido ameaçada de morte por ministro]
Foto :PSL / Reprodução e Valter Campanato / Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 16 de Abril de 2019 ⋅ 08:00

A Procuradoria e a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados marcaram uma reunião nesta semana para avaliar medidas de proteção à deputada Alê Silva (PSL-MG).

A parlamentar diz ter sido ameaçada de morte de Marcelo Álvaro Antônio, depois de ela ter denunciado um esquema de candidaturas de laranjas comandado pelo ministro.

O caso é investigado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público, nos estados de Minas Gerais e em Pernambuco.

Por conta da denúncia, foi exonerado o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, que comandou o partido nacionalmente em 2018.

Na reunião, a deputada será ouvida e, depois disso, os parlamentares pedirão aos órgãos segurança pública medidas que podem ser tomados em relação à parlamentar.

“A atitude em relação ao ministro é uma questão do governo, mas, em relação a ela, as estruturas de segurança devem tomar providência. E esse deve ser um pedido formal não dela, mas da Casa, porque ela faz parte do Parlamento brasileiro”, diz a deputada Jandira Feghali (PC do B-RJ).

Notícias relacionadas