Política

MEC estuda descentralizar investimento em humanas e focar em áreas com 'retorno imediato'

Presidente cita veterinária, engenharia e medicina como áreas que passariam a receber mais recursos

[MEC estuda descentralizar investimento em humanas e focar em áreas com 'retorno imediato']
Foto : Romero Cunha/Casa Civil

Por Juliana Almirante no dia 26 de Abril de 2019 ⋅ 08:20

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje (26), via redes sociais, que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, estuda "descentralizar" investimento em faculdades da área de humanas, como filosofia e sociologia.

"Alunos já matriculados não serão afetados. O objetivo é focar em áreas que gerem retorno imediato ao contribuinte, como: veterinária, engenharia e medicina", declarou o presidente.

Ele usa o argumento de que "a função do governo é respeitar o dinheiro do pagador de impostos". Para isso, segundo ele, seria ensinado aos jovens "a leitura, escrita e a fazer conta". 

Depois disso, iria aprender um "ofício que gere renda para a pessoa e bem-estar para a família, que melhore a sociedade em sua volta". 
 

Notícias relacionadas