Política

Em entrevista a criança, Bolsonaro defende troca de patrono da educação e chama Paulo Freire de 'chato'

Título foi conferido ao educador em 2012, após a aprovação de um projeto de lei; para uma eventual alteração do posto, a proposta deve ser antes referendada pelo Congresso.

[Em entrevista a criança, Bolsonaro defende troca de patrono da educação e chama Paulo Freire de 'chato']
Foto : Reprodução/ Youtube

Por Juliana Almirante no dia 30 de Abril de 2019 ⋅ 10:20

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) defendeu, em uma entrevista a uma criança, nesta segunda-feira (29), a mudança do educador Paulo Freire como patrono da educação no Brasil.

Em Riberão Preto (SP), o mandatário respondeu a perguntas de uma menina de oito anos, chamada Esther Castilho, que também foi convidada pelo presidente para a sua posse, no inicío deste ano. 

Na conversa, ainda sem citar o nome de Paulo Freire, ele disse que o patrono atual "vai ser mudado".  O título foi conferido ao educador em 2012, após a aprovação de um projeto de lei. Para uma eventual alteração do posto, a proposta deve ser antes referendada pelo Congresso.

"Quem sabe nós temos uma patrona da educação, não mais um patrono muito chato. Não precisa falar quem é, que temos até o momento, que vai ser mudado. Estamos esperando alguém diferente", disse.

 

Notícias relacionadas