Domingo, 13 de junho de 2021

Política

Governo avalia ter de recriar até 10 ministérios

Caso MP da reforma administrativa não seja aprovada pelo Congresso, Esplanada deverá retomar configuração anterior

Governo avalia ter de recriar até 10 ministérios

Foto: Agência Brasil

Por: Juliana Rodrigues no dia 15 de maio de 2019 às 09:40

O governo federal enfrenta um impasse quanto à reforma administrativa que reduziu o número de ministérios, de 29 para 22. Caso a Medida Provisória 870, que trata do tema, não seja aprovada pelo Congresso até 3 de junho, ela perderá a validade, o que pode obrigar o governo a recriar até dez pastas. As informações são do Estadão.

O Planalto enfrenta dificuldades na Câmara e no Senado e já foi informado de que, se a medida não for aprovada, todas as fusões de ministérios serão desfeitas e repartições sairão do limbo, o que pode fazer com que a Esplanada dos Ministérios tenha a mesma configuração do governo Dilma Rousseff, que tinha 32 pastas em 2015.

Porém, nem mesmo a equipe jurídica do Planalto sabe quantos ministérios devem ser recriados. Em tese, valeria a estrutura do governo Michel Temer, mas é preciso esperar o acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF) para ter certeza.

Em qualquer um dos modelos, caso o Planalto seja derrotado, as pastas do Trabalho e da Cultura voltam a existir. Os "superministérios" da Economia e da Justiça também seriam divididos.

Uma das promessas de campanha do presidente Jair Bolsonaro foi a redução do número de pastas para 15. Na prática, foram mantidas 22. Outras duas, Cidades e Integração Nacional, podem ser recriadas.

TV METRO

Entrevistas

Ana Cristina Batalha

Em 11 de junho de 2021
ASSINE O CANALMETROPOLE NO YOUTUBE
Governo avalia ter de recriar até 10 ministérios - Metro 1