Política

MP poderá investigar cheques de Queiroz para Michelle Bolsonaro

Segundo um investigador, a quebra do sigilo bancário da primeira-dama ainda não foi solicitada porque ampliaria demais o escopo da investigação

[MP poderá investigar cheques de Queiroz para Michelle Bolsonaro]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 16 de Maio de 2019 ⋅ 10:40

Os promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro miram os dez cheques que Fabrício Queiroz afirmou ter pagado à primeira-dama Michelle Bolsonaro, na devolução de um suposto empréstimo de R$ 40 mil que o presidente Jair Bolsonaro teria feito ao assessor do filho. Há a suspeita de que a versão apresentada pelo chefe do Executivo nacional seja falsa.

Segundo um investigador do caso afirmou à Época, a quebra do sigilo bancário de Michelle não foi solicitada, neste primeiro momento, porque ampliaria demais o escopo da investigação, que atualmente mira 95 pessoas e empresas. No entanto, em um eventual desdobramento da apuração, a primeira-dama poderá se tornar alvo.

Na avaliação dos promotores, a quebra do sigilo de Flávio, de Queiroz e dos demais assessores e familiares mostrará se a suspeita é verdadeira.

Notícias relacionadas