Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

MP comete falhas em pedido para quebras de sigilos do caso Flávio Bolsonaro, diz jornal

Foram atingidas pessoas que não haviam sido nomeadas pelo senador, segundo reportagem da Folha

[MP comete falhas em pedido para quebras de sigilos do caso Flávio Bolsonaro, diz jornal]
Foto : Marcos Oliveira/Agência Senado

Por Juliana Almirante no dia 20 de Maio de 2019 ⋅ 14:00

O Ministério Público do Rio de Janeiro cometeu falhas na quebra de sigilo autorizada pela Justiça na investigação sobre Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), de acordo com reportagem da Folha publicada hoje (20). 

Foram atingidas pessoas que não haviam sido nomeadas pelo senador e não tiveram nenhuma transação financeira com o ex-assessor dele, Fabrício Queiroz.

A peça do MP ainda atribui equivocadamente ao gabinete de Flávio uma servidora da Assembleia que acumulou outro emprego.

O documento também apresenta falhas ao relatar suspeitas contra Queiroz, pivô da atual investigação.

O pedido de quebra dos sigilos foi o primeiro passo judicial da investigação após relatório do governo federal ter apontado movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão na conta de Queiroz, de janeiro de 2016 a janeiro de 2017.

Notícias relacionadas