Política

MP comete falhas em pedido para quebras de sigilos do caso Flávio Bolsonaro, diz jornal

Foram atingidas pessoas que não haviam sido nomeadas pelo senador, segundo reportagem da Folha

[MP comete falhas em pedido para quebras de sigilos do caso Flávio Bolsonaro, diz jornal]
Foto : Marcos Oliveira/Agência Senado

Por Juliana Almirante no dia 20 de Maio de 2019 ⋅ 14:00

O Ministério Público do Rio de Janeiro cometeu falhas na quebra de sigilo autorizada pela Justiça na investigação sobre Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), de acordo com reportagem da Folha publicada hoje (20). 

Foram atingidas pessoas que não haviam sido nomeadas pelo senador e não tiveram nenhuma transação financeira com o ex-assessor dele, Fabrício Queiroz.

A peça do MP ainda atribui equivocadamente ao gabinete de Flávio uma servidora da Assembleia que acumulou outro emprego.

O documento também apresenta falhas ao relatar suspeitas contra Queiroz, pivô da atual investigação.

O pedido de quebra dos sigilos foi o primeiro passo judicial da investigação após relatório do governo federal ter apontado movimentação suspeita de R$ 1,2 milhão na conta de Queiroz, de janeiro de 2016 a janeiro de 2017.

Notícias relacionadas