Política

Após afirmar ser mentira da imprensa, Bolsonaro anistia partidos políticos

A imprensa noticiou a sanção do projeto ainda na sexta, mas o presidente afirmou que era mentira

[Após afirmar ser mentira da imprensa, Bolsonaro anistia partidos políticos]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Kamille Martinho no dia 20 de Maio de 2019 ⋅ 18:16

Após ter anunciado que vetaria o projeto aprovado pelo Congresso que anistia multas aplicadas a partidos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) recuou e sancionou o texto. A publicação foi assinada na última sexta-feira (17) e divulgada hoje (20) no Diário Oficial da União.

A imprensa noticiou a sanção do projeto ainda na sexta, mas Bolsonaro afirmou que era mentira. "As imprensas estão dizendo que eu sancionei uma lei para anistiar multas de R$ 60 milhões, mais ou menos, de partidos políticos. É mentira, eu vetei", disse.

A validação do presidente permite que multas em decorrencia da não aplicação de, pelo menos, 5% das verbas públicas para a promoção e difusão da participação política das mulheres, sejam perdoadas.

De acordo com  as informações da Casa Civil, nos bastidores do governo houve um desconforto com o fato de o chefe da pasta, Onyx Lorenzoni, não ter aproveitado que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), havia assumido interinamente a Presidência na quinta (16) para sancionar o projeto.

A sanção presidencial é a última etapa para que um projeto de lei entre em vigor.

Notícias relacionadas