Política

Coaf: Cajado diz que votaria contra orientação do PP

Cajado chegou ao PP pouco antes da eleição do ano passado. Filiado desde sempre ao DEM, deixou a legenda após o prefeito de Salvador, ACM Neto, desistir de disputar o governo do Estado

[Coaf: Cajado diz que votaria contra orientação do PP]
Foto : Alex Ferreira/Câmara dos Deputados

Por Alexandre Galvão no dia 24 de Maio de 2019 ⋅ 15:20

Depois de faltar à votação que retirou de vez o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do ministro Sérgio Moro, o deputado baiano Claudio Cajado (PP) afirmou que iria desrespeitar a orientação do seu partido e votaria a favor do governo. 

Ele deixou de comparecer à Câmara dos Deputados por conta de problemas de saúde. Dividido entre a orientação do PP, de referendar a volta do Coaf para o Ministério da Economia, e a orientação do governo, de manter com Moro, o parlamentar realizou uma bateria de exames no coração.

"Eu votaria contra a orientação do PP. O meu partido tem que entender que que meu papel de vice-líder do governo é apoiar o presidente nos pontos importantes", afirmou, em contato com o Metro1

Cajado chegou ao PP pouco antes da eleição do ano passado. Filiado desde sempre ao DEM, deixou a legenda após o prefeito de Salvador, ACM Neto, desistir de disputar o governo do Estado. 

Notícias relacionadas