Política

Após sugerir moeda comum com a Argentina, Bolsonaro repete que não entende de economia

“Todo casamento alguém perde uma coisa e ganha outras, eu sou pelo casamento tradicional”, brincou

[Após sugerir moeda comum com a Argentina, Bolsonaro repete que não entende de economia]
Foto : Marcos Corrêa/PR

Por Alexandre Galvão no dia 07 de Junho de 2019 ⋅ 14:27

O presidente Jair Bolsonaro voltou a repetir que não é especialista em Economia, hoje (7), quando perguntado sobre a sugestão de uma moeda comum entre o Brasil e a Argentina

“Eu já falei que economia não é o meu forte. Nós acreditamos no feeling e no patriotismo do Paulo Guedes também”, afirmou, durante volta para o Brasil. 

Bolsonaro foi à Argentina, onde se encontrou com o presidente Maurício Macri, que concorre à reeleição, mas com parcas chances de vitória. Bolsonaro disse ainda que a unificação das moedas poderia trazer prejuízos ao Brasil, mas que isso é comum em qualquer casamento. 

“Todo casamento alguém perde uma coisa e ganha outras, eu sou pelo casamento tradicional”, brincou.

O presidente brasileiro negou ainda que tenha ido ajudar Macri. “Jamais viria à Argentina falar sobre política. Apesar de que queremos que ninguém mais flerte na América do Sul com o socialismo”, enfatizou.

Notícias relacionadas