Política

Comissão dos Direitos da Mulher aprova política para filhos de presidiárias

Projetos de combate à violência doméstica e unificação do sistema de notificação de feminicídio também foram aprovados

[Comissão dos Direitos da Mulher aprova política para filhos de presidiárias]
Foto : Neuza Menezes/Agência/ALBA

Por Catarina Lopes no dia 13 de Junho de 2019 ⋅ 15:20

A Comissão dos Direitos da Mulher aprovou ontem (12) um projeto de lei referente à assistência aos filhos de mulheres presas. Outros projetos aprovados focam no combate à violência doméstica contra a mulher e na unificação do sistema de notificação dos crimes de feminicídio e violência de gênero no Estado.

Segundo Olívia Santana (PCdoB), presidente da comissão, as crianças não podem ser penalizadas pelos erros das mães ou pais. “A infância precisa ser cada vez mais protegida pela estrutura do Estado, e ter novas referências para que  possa curar seus traumas e não sejam mais alvo de revitimização permanente”, disse.

Notícias relacionadas

[PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido]
Política

PSL deve suspender Eduardo Bolsonaro por críticas ao partido

Por Juliana Rodrigues no dia 20 de Outubro de 2019 ⋅ 09:00 em Política

“Precisamos salvar o Brasil dos filhos do presidente”, disse o deputado Júnior Bozzella (SP), que é um dos principais porta-vozes do presidente da sigla, Luciano Bivar