Política

Após Bolsonaro anunciar demissão, presidente dos Correios vai trabalhar normalmente

Juarez Aparecido afirmou a um auditório lotado de servidores que só sairá do posto até a formalização da demissão

[Após Bolsonaro anunciar demissão, presidente dos Correios vai trabalhar normalmente]
Foto : José Cruz / Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 18 de Junho de 2019 ⋅ 10:40

O presidente dos Correios, general da reserva Juarez Aparecido de Paula Cunha, foi trabalhar normalmente ontem (17), depois de ter sido demitido pelo presidente Jair Bolsonaro por meio da imprensa.

Juarez afirmou a um auditório lotado de servidores que só sairá do posto até a formalização da demissão. "Só vou sair daqui a hora que chegar oficialmente. Aí eu saio, senão, não saio, não”, afirmou ele, de acordo com reportagem do Estadão, que acabou tendo acesso ao evento inicialmente fechado à imprensa. 

Na última sexta-feira (14), Bolsonaro havia anunciado a demissão do presidente dos Correios porque ele age "como sindicalista" ao criticar a eventual privatização da estatal e ainda tirar fotos com parlamentares do PT e do PSOL.

O porta-voz da Presidência, o também general Otávio do Rêgo Barros, afirmou ontem à noite que o presidente ainda não definiu quando vai efetivar a demissão de Juarez nem nomear um eventual substituto.

Notícias relacionadas