Política

Jean Wyllys vai processar Ratinho por divulgar fake news

Ratinho disse que Glenn Greenwald comprou o mandato do ex-deputado para beneficiar o seu marido

[Jean Wyllys vai processar Ratinho por divulgar fake news]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Catarina Lopes no dia 19 de Junho de 2019 ⋅ 22:00

O ex-deputado federal, Jean Wyllys, irá processa Ratinho, do SBT, por calúnia e difamação. O apresentador, ao entrevistar Sergio Moro ontem (18), espalhou a fake news que Glenn Greenwald, do site Intercept Brasil, teria comprado o mandato do baiano para beneficiar seu marido, Davi Miranda (PSOL). A informação é da jornalista Mônica Bergamo.

"Esse jornalista é namorado de um deputado e comprou o mandato do deputado Jean Wyllys. Tudo isso eu recebi, não sei se é fake news. Recebi! Se for verdade, é muito maior do que a gente imagina. Porque envolve outro país", disse Ratinho em seu programa.

"Como disse um texto (publicado na revista Veja), 'é sordidez de Ratinho. Ele sabe que tudo não passou de uma fake news. Se não sabia, deveria saber'. Moro ouviu a mentira e se calou porque sabe que a calúnia o beneficia. Isso não é postura de um juiz, tampouco de um ministro da Justiça. Mas essa conduta de Moro está em completo acordo com o que o The Intercept tem revelado dele na condução da Lava Jato", declarou Wyllys.

Notícias relacionadas