Política

Cid Gomes contraria Ciro e diz que PDT deveria ter uma 'dose de boa vontade' com Tabata

O senador afirma que a deputada é nova na política e ainda 'sem traquejo'

[Cid Gomes contraria Ciro e diz que PDT deveria ter uma 'dose de boa vontade' com Tabata]
Foto : Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 20 de Julho de 2019 ⋅ 10:20

O senador Cid Gomes (PDT-CE) acha que o partido do qual é membro deveria ter uma "dose de boa vontade" com a deputada Tabata Amaral, também integrante da legenda. De acordo com ele, a parlamentar, que cumpre o primeiro mandato, ainda é nova na política e "sem traquejo". 

A defesa ocorre porque a sigla abriu processo administrativo contra Tabata e outros sete colegas que votaram a favor da reforma da Previdência, aprovada pelo Congresso, e agora correm risco de expulsão.

A indicação do partido era de que os pedetistas votassem contra o projeto. Para o senador, ela precisa seguir as orientações da legenda daqui para frente. 

Cid é irmão de Ciro Gomes, ex-governador do Ceará e candidato derrotado à Presidência no ano passado, que foi um dos críticos do posicionamento de Tabata e disse sentir "dor de um pai" com o voto.

Notícias relacionadas