Política

‘A esquerda deu errado em todos os lugares que foi tentada’, diz Priscila Chammas

A liberal disse que não se arrepende de ter votado em Bolsonaro e elogia equipe econômica do presidente

[‘A esquerda deu errado em todos os lugares que foi tentada’, diz Priscila Chammas]
Foto : Matheus Simoni / Metropress

Por Adelia Felix no dia 10 de Setembro de 2019 ⋅ 20:03

Jornalista baiana e integrante do partido Novo, Priscila Chammas, que deve disputar uma vaga na Câmara de Salvador nas próximas eleições municipais, afirmou à Rádio Metrópole, nesta terça-feira (10), que não se arrepende de ter votado no presidente Jair Bolsonaro (PSL). Ela ainda ressaltou que o projeto da esquerda em todos os lugares que foi implantada.

“Foi um voto anti-PT. Não estou arrependida. Por mais que tenha muitas críticas ao governo Bolsonaro, acho que entra em muita polêmica desnecessária, fala muita besteira, mas diante das opções que me deram, ou Bolsonaro ou PT. Eu não tenho nenhuma dúvida que se acontecesse de novo aquele segundo turno eu votaria no Bolsonaro”, justificou durante entrevista ao Jornal da Cidade – II Edição.

Para a liberal, Bolsonaro “tem uma equipe econômica muito boa”. Na oportunidade, ela citou o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o secretário Geral de Desestatização, Salim Mattar. 

“A agenda econômica está avançando de certa forma, menos do que gostaria, é verdade. Mas está muito melhor do que se fosse Fernando Haddadd. Apesar de não ter sido meu candidato inicial, eu votaria igualzinho. Eu optaria anti-PT. Eu vi a proposta do candidato do PT. A esquerda deu errado em todos os lugares que foi tentada. A gente estava caminhando por um caminho muito perigoso”.

Nas últimas eleições municipais, Chammas se candidatou a vereadora em Salvador, obteve quase 4 mil votos e a segunda suplência da coligação. Quando tentou uma vaga na Câmara dos Deputados, no ano passado, ela somou 33 mil votos. 

 

Notícias relacionadas