Política

Rui reclama de ataques e fala em 'manipulação' de declarações após entrevista à Veja

Entrevista do governador provocou reações, como uma nota divulgada pela Executiva Nacional do PT

[Rui reclama de ataques e fala em 'manipulação' de declarações após entrevista à Veja]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 15 de Setembro de 2019 ⋅ 11:57

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), reclamou de ataques que tem sofrido após a publicação de entrevista à Revista Veja e falou em "manipulação" das declarações, em comunicado divulgado nas redes sociais ontem (15).

Entre as reações à entrevista, estão uma nota da Executiva Nacional do PT.

Hoje (15), Rui publicou um texto com o título "Lula livre, sim. Qual é mesmo a dúvida?". 

"Desde a entrevista à Veja tenho sido atacado por gente que sequer leu a revista. Democracia é respeitar o contrário, mas é preciso refletir sobre a verdade. Quero manifestar minha indignação quanto à manipulação das minhas declarações", escreveu o governador.

Rui também afirma que nunca abriu nem nunca irá abrir mão de "denunciar a conspiração" que retirou a ex-presidente Dilma Rousseff e teria montado uma "farsa" contra o ex-presidente Lula.

"No entanto, não posso impor isso a ninguém, assim como não podem os governos progressistas. Quanto à posição sobre a candidatura própria em caso da impossibilidade de Lula em 2018, esta foi posição pública expressada por muitas pessoas do PT, entre elas eu e Wagner. Estamos entre aqueles que mais se empenharam na candidatura de Haddad. Ele sabe disso. O resultado das eleições na Bahia não deixa dúvida, ganhamos em 413 das 417 cidades da Bahia", continou.

O governador baiano também declarou que tem uma história de vida e no PT e exigiu respeito aos seus valores de vida. "Entre eles, caráter, compromisso com a verdade e total respeito e solidariedade aos companheiros de caminhada. Agora, vou continuar defendendo o que penso de forma franca e sincera. Mais do que nunca é preciso sair da bolha e dialogar com a sociedade brasileira. Lutei e lutarei pela liberdade de expressão. O que valorizo é o trabalho pelo meu estado e pelo meu país. Cada vez mais quero governar cuidando de gente. Debater sempre. E trabalhar também. Lula Livre! Bom domingo!!!", concluiu.

Notícias relacionadas

[ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL]
Política

ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Outubro de 2019 ⋅ 08:00 em Política

Prefeito de Salvador e presidente nacional do DEM avaliou que falta maturidade política aos membros da sigla de Jair Bolsonaro