Política

'Tem que assumir que está indo para direita', diz Lupi sobre Tabata

Tabata disse ontem (14) que entrará com uma ação na Justiça Eleitoral para tentar sair do PDT sem perder seu mandato

['Tem que assumir que está indo para direita', diz Lupi sobre Tabata]
Foto : Wilson Dias/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 15 de Outubro de 2019 ⋅ 14:20

O presidente do PDT, Carlos Lupi, disse que a deputada federal Tabata Amaral "votou com Bolsonaro contra o trabalhador. Tem que assumir que está indo para direita". As informações são da coluna de Chico Alves, no UOL.

Tabata disse ontem (14) que entrará com uma ação na Justiça Eleitoral para tentar sair do PDT sem perder seu mandato. Ela e o partido estão em rota de colisão desde que Tabata votou a favor da reforma da Previdência, e posteriormente foi suspensa.

Em entrevista à coluna, Lupi não se mostrou surpreso com a atitude. "Quando acontece uma suspensão, toda a representação partidária fica suspensa. É o que acontece com ela e os outros sete. Para isso existe a punição prevista em estatuto e em lei. Se não for assim, para que serviria a punição?", declarou.

"Oitenta por cento da reforma da Previdência é em cima de quem ganha até R$ 3.000. Esse é o fato. A deputada votou com Bolsonaro contra o trabalhador, tem que assumir que está indo para direita e não consegue explicar isso", concluiu o presidente do partido.

Notícias relacionadas