Quinta-feira, 02 de dezembro de 2021

Política

Após eleição de Fernández, Bolsonaro diz que não vai cumprimentar argentino

"O primeiro ato do Fernández foi 'Lula livre', dizendo que está preso injustamente. Já disse a que veio", declarou o presidente

Após eleição de Fernández, Bolsonaro diz que não vai cumprimentar argentino

Foto: Clauber Cleber Caetano/PR

Por: Juliana Almirante no dia 28 de outubro de 2019 às 07:34

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que não vai cumprimentar o peronista Alberto Fernández, integrante da mesma chapa da ex-presidente Cristina Kirchner, que venceu as eleições na Argentina ontem (27).

"Lamento. Não tenho bola de cristal, mas acho que a Argentina escolheu mal", declarou o presidente, na saída do hotel Emirates Palace, em Abu Dhabi. O próximo destino da viagem de Bolsonaro é Doha, no Catar.

Bolsonaro reclamou de uma imagem publicada ontem por Fernández em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O primeiro ato do Fernández foi 'Lula livre', dizendo que está preso injustamente. Já disse a que veio", declarou.

Apesar de ter deixado claro que não pretende parabenizar o presidente eleito da Argentina, disse que não vai "se indispor" com o país vizinho em um primeiro momento.

"Vamos esperar o tempo para ver qual é a real posição dele na política. Porque ele vai assumir, vai tomar pé do que está acontecendo e vamos ver qual linha ele vai adotar", prometeu.

Após eleição de Fernández, Bolsonaro diz que não vai cumprimentar argentino - Metro 1