Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Após eleição de Fernández, Bolsonaro diz que não vai cumprimentar argentino

"O primeiro ato do Fernández foi 'Lula livre', dizendo que está preso injustamente. Já disse a que veio", declarou o presidente

[Após eleição de Fernández, Bolsonaro diz que não vai cumprimentar argentino]
Foto : Clauber Cleber Caetano/PR

Por Juliana Almirante no dia 28 de Outubro de 2019 ⋅ 07:34

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que não vai cumprimentar o peronista Alberto Fernández, integrante da mesma chapa da ex-presidente Cristina Kirchner, que venceu as eleições na Argentina ontem (27).

"Lamento. Não tenho bola de cristal, mas acho que a Argentina escolheu mal", declarou o presidente, na saída do hotel Emirates Palace, em Abu Dhabi. O próximo destino da viagem de Bolsonaro é Doha, no Catar.

Bolsonaro reclamou de uma imagem publicada ontem por Fernández em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O primeiro ato do Fernández foi 'Lula livre', dizendo que está preso injustamente. Já disse a que veio", declarou.

Apesar de ter deixado claro que não pretende parabenizar o presidente eleito da Argentina, disse que não vai "se indispor" com o país vizinho em um primeiro momento.

"Vamos esperar o tempo para ver qual é a real posição dele na política. Porque ele vai assumir, vai tomar pé do que está acontecendo e vamos ver qual linha ele vai adotar", prometeu.

Notícias relacionadas