Sábado, 27 de novembro de 2021

Política

Conversas indicam que Marcell chamou assessor a apartamento antes de agressão

Diálogos obtidos pelo Metro1 que fazem parte do inquérito da polícia mostram que houve uma conversa amigável para tratar de um assunto

Conversas indicam que Marcell chamou assessor a apartamento antes de agressão

Foto: Divulgação/ALBA

Por: Matheus Simoni no dia 29 de outubro de 2019 às 08:57

A briga entre o deputado estadual Marcell Moraes (PSDB-BA) e o primo, o assessor Lucar Carvalho, tem indícios de que o parlamentar teria tramado contra o próprio membro da família. Conversas obtidas pelo Metro1 que fazem parte do inquérito da polícia mostram que houve uma conversa amigável para tratar de um assunto.

Marcell não deixa claro qual o tema da conversa, mas chega a ligar antes para Lucas a fim de convidá-lo. As nomenclaturas "01","02" e "03" são usadas entre os dois para falar de apartamentos que o deputado possui.

Confira as conversas:

09:10: Lucas - Me ligou?

09:19: Marcell - Venha me ajudar aqui em uma missão

09:20: Lucas - Aonde?

09:21: Marcell - 02

09:22: Lucas - Pra ir agora?Subo?

09:23: Marcell - Peraí

____

09:23: Marcell - Heheh

09:23: Marcell - Na hora chamo

09:23: Lucas - Tá

09:23: Lucas - Rs

09:57: Marcell - Cadê tu ?

09:57: Marcell - Suba

09:57: Marcell - 10 min

09:58: Lucas - Indo. Ok

09:58: Marcell - Pera vou

10:17: Lucas - To na garagem

10:17: Lucas - Subo?

10:18: Marcell - Sim

10:19: Lucas – Ok

 

Traz a arma que eu vou matar ele”

Advogado e assessor parlamentar, Lucas Carvalho revelou detalhes do encontro que teve com o deputado na semana passada, quando teria ocorrido a agressão em seu apartamento. Em entrevista à Rádio Metrópole, ele apontou que teve medo de morrer.

“Quando eu cheguei, ele retirou ela do quarto puxando pelo cabelo. Era notório que o cabelo estava todo picotado. Todo cortado. Tinha muito cabelo no chão da sala. Não pude reparar no rosto dela, pois estava de lateral para mim. Ele perguntou para ela ‘você ficou com ele?’ e ela respondeu ‘ficou, ficou, ficou’. Ele disse você vai morrer agora”, detalhou durante o Jornal da Cidade.

E continua: “Ele mandou Nelson me agredir, que é campeão de boxe, que sabe machucar uma pessoa caso queira, não só ele como Leonardo. No meio do espancamento, ele disse ‘Léo, traz uma arma que vou matar ele’”, acrescenta.

O advogado também relatou que a arma do parlamentar é registrada. “Ele possui arma, comprou há pouco tempo uma. O assessor Léo também tem, está registrada. Tiraram posse de arma os dois, andam armados”.

O outro lado

Procurado pela reportagem para comentar a denúncia e as mensagens, o deputado, ainda não se pronunciou. Caso ocorra, a reportagem será atualizada. No mesmo dia da entrevista de Lucas Carvalho à Metrópole, Marcell entrou no ar, se defendeu e criticou o primo, chamando-o de “vagabundo”. “A verdade é essa, eu fui para delegacia, prestei corpo de delito e não tenho nada nas mãos, a própria Vanessa prestou queixa. Esse Lucas foi candidato a presidente da OAB, ele gosta de aparecer. Ele foi esperto, soube que agrediu a mulher e foi logo ligar pra Metrópole, se antecipar”, afirma.

Conversas indicam que Marcell chamou assessor a apartamento antes de agressão - Metro 1