Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Ex-presidente Dilma ainda tenta anular processo de impeachment no STF

Para a petista, o reconhecimento de que o processo foi fraudulento ajudaria a "restabelecer a verdade"

[Ex-presidente Dilma ainda tenta anular processo de impeachment no STF]
Foto : José Cruz/Agência Brasil

Por Juliana Rodrigues no dia 21 de Novembro de 2019 ⋅ 13:00

Três anos e meio após o impeachment, a ex-presidente Dilma Rousseff continua na tentativa de anular o processo que a retirou do Palácio do Planalto. Amanhã (22), o Supremo Tribunal Federal (STF) deve analisar um recurso dela para que um processo, movido pela petista desde setembro de 2016, volte a ser analisado.

Dilma, que é defendida no caso por seu ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, acumula derrotas no tribunal. Mesmo ciente de que uma eventual invalidação do impeachment não a reconduzirá ao cargo, o reconhecimento de que o processo foi fraudulento ajudaria a "restabelecer a verdade" sobre o que ela vê como "golpe parlamentar justificado por uma retórica manca".

O recurso de Dilma deve ser julgado no plenário virtual, onde a tramitação acontece mais rapidamente no plenário físico.

Notícias relacionadas