Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Partido Aliança pelo Brasil defende Deus, armas e oposição ao comunismo

"Assim atingiremos de verdade os nossos objetivos" disse o presidente em lançamento do partido

[Partido Aliança pelo Brasil defende Deus, armas e oposição ao comunismo]
Foto : Divulgação

Por Kamille Martinho no dia 21 de Novembro de 2019 ⋅ 19:00

Aconteceu hoje (21) a convenção de lançamento do partido Aliança pelo Brasil, em criação pelo presidente Jair Bolsonaro, sob forte discurso de respeito a Deus, a religiões e de oposição a movimentos de esquerda. Bolsonaro assinou na última terça-feira (19) a desfiliação do seu atual partido, o PSL.

Durante discurso, Bolsonaro afirmou querer que a nova legenda "reze nossa cartilha", "assim atingiremos de verdade os nossos objetivos". Aos apoiadores, o presidente disse que críticas são bem-vindas, mas pediu comedimento. "Vamos fazer críticas, críticas mas moderadas".

A advogada do presidente afirmou que o partido é conservador, comprometido com a liberdade e ordem, soberanista e de oposição às "falsas promessas do globalismo". "O Alianças pelo Brasil repudia o socialismo e o comunismo. A nossa bandeira jamais será vermelha", concluiu.

Notícias relacionadas