Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

DEM informa que vai abrir 'apuração interna' sobre candidatura laranja no Acre

Posicionamento do partido vem após divulgação de relatório da PF sobre desvio de R$ 240 mil em verbas destinadas a uma candidata

[DEM informa que vai abrir 'apuração interna' sobre candidatura laranja no Acre]
Foto : Orlando Brito / Democratas

Por Juliana Rodrigues no dia 25 de Novembro de 2019 ⋅ 09:20

O Diretório Nacional do Democratas (DEM) afirmou, por meio de nota divulgada hoje (25), que vai instaurar um procedimento apuratório interno para acompanhar formalmente as denúncias relacionadas a supostas candidaturas laranjas do partido no estado do Acre, bem como para punir os eventuais responsáveis.

O posicionamento vem após a divulgação, através de reportagem da Folha de S. Paulo, da investigação da Polícia Federal que aponta que a policial militar Sonia de Fátima Silva Alves teria sido usada como candidata laranja para desvio de R$ 240 mil em verbas do Diretório Nacional, em benefício da campanha do deputado federal Alan Rick (AC), presidente do Diretório Estadual do DEM e membro da Executiva Nacional do partido. O Democratas já havia reforçado que o partido adota critérios viabilizados pelo presidente nacional do partido e prefeito de Salvador, ACM Neto, contra esse tipo de prática.

"É importante ressaltar que a matéria veiculada nesta manhã, ao reproduzir o relatório final da Polícia Federal, absolve o Diretório Nacional da sigla de qualquer responsabilidade, uma vez que a indicação das candidaturas femininas beneficiadas com recursos públicos é de exclusiva competência do órgão partidário local", conclui a nota do partido.

Notícias relacionadas