Política

Fabíola Mansur critica canal criado por Damares para acusar pais: 'Ministra do denuncismo'

"É ótimo que os pais acompanhem seus filhos, mas como é que uma mãe que trabalha fora e ganha salário mínimo e acorda 5h vai acompanhar escola dos seus filhos?", questiona deputada

[Fabíola Mansur critica canal criado por Damares para acusar pais: 'Ministra do denuncismo']
Foto : Alexandre Galvão/ Metropress

Por Juliana Almirante no dia 10 de Dezembro de 2019 ⋅ 09:24

A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB) afirmou hoje (10), em entrevista à Rádio Metrópole, que Damares Alves, titular do ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, é "ministra do denuncismo".

Ontem (9) a coluna de Mônica Bergamo, da Folha, informou que Damares decidiu abrir o canal "Disque 100" para que professores denunciem pais que não acompanham a vida escolar de seus filhos. A medida vai ser implantada em 2020.

"A ministra Damares, em mais um dos seus devaneios  - que ela é a ministra do denuncismo - criou agora um Disque 100 para os professores denunciarem os pais que não estão acompanhando seus filhos. É ótimo que os pais acompanhem seus filhos, mas como é que uma mãe que trabalha fora e ganha salário mínimo e acorda 5h vai acompanhar escola dos seus filhos?", questiona a deputada.

Ela diz que, primeiramente, é necessário que o poder público institua políticas para inclusão de mulheres, como igualdade salarial e construção de creches.

"Temos que primeiro gerar politicas inclusivas de geração de emprego e renda, depois educação de qualidade. O Brasil está com índices ruins de educação que nos envergonha. Não dá para fazer esse denuncismo, sem fazer parte da macrosituação, que causa essas questões. (É precido) Creche, educação e igualdade salarial", defende.

Notícias relacionadas

['Livre' do DEM, Prates já vitamina chapa proporcional do PDT]
Política

'Livre' do DEM, Prates já vitamina chapa proporcional do PDT

Por Alexandre Galvão no dia 21 de Janeiro de 2020 ⋅ 15:50 em Política

O auxiliar de Neto já levou 15 nomes "de peso eleitoral" para o partido. Prates tenta ainda puxar o presidente do Sindicato de Motoristas por Aplicativos da Bahia (Simact...