Política

Após falta de apoio de Bolsonaro por valor maior, Congresso estuda fundo eleitoral para 2020 de R$ 2 bi

A proposta inicial aprovada pela Comissão Mista de Orçamento era de R$ 3,8 bi

[Após falta de apoio de Bolsonaro por valor maior, Congresso estuda fundo eleitoral para 2020 de R$ 2 bi]
Foto : Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Por Lara Curcino no dia 12 de Dezembro de 2019 ⋅ 10:20

Após o presidente Jair Bolsonaro sinalizar que pode vetar o valor de R$ 3,8 bilhões para o fundo eleitoral de 2020, o Congresso Nacional estuda aprovar a quantia de R$ 2 bi. A informação é do Blog do Camarotti, no G1.

A princípio, o governo propôs um fundo de R$ 2,5 bi, valor que acabou sendo revisado depois para R$ 2 bi. O relator do Orçamento, Domingos Neto (PSD-CE), propôs aumentar essa quantia para R$ 3,8 bi, o que foi aprovado pela Comissão Mista de Orçamento (CMO), faltando apenas a decisão do plenário. 

Com a falta de apoio de Bolsonaro para o valor maior, Domingos agora tentar convencer os líderes partidários a aprovarem um número mais moderado para aprovação do presidente, que rejeitou até mesmo R$ 2,5 bi. 

Notícias relacionadas

[Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões ]
Política

Bolsonaro sanciona fundo eleitoral de R$ 2 bilhões

Por Danielle Campos no dia 18 de Janeiro de 2020 ⋅ 09:30 em Política

Mesmo após aprovar a iniciativa, o presidente Jair Bolsonaro diz ser contrário ao fundo eleitoral e pediu aos eleitores para não votarem em 2020 em candidatos que usem o...