Política

Lula defende críticas de Bolsonaro à imprensa e cita nazismo ao falar da Globo

O petista acusou a emissora de ignorar as denúncias feitas pela Vaza Jato

[Lula defende críticas de Bolsonaro à imprensa e cita nazismo ao falar da Globo]
Foto : Ricardo Stuckert

Por Lara Curcino no dia 27 de Janeiro de 2020 ⋅ 07:20

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu algumas das críticas feitas pelo atual chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido), à imprensa. As declarações foram feitas em entrevista divulgada ontem (26) pelo portal UOL. 

"Acho que tem crítica que ele Bolsonaro faz que é correta. Dê a ele o mesmo direito que dá aos outros, direito de falar, abra para ele falar", disse Lula.

O petista ainda citou o nazismo ao tecer críticas à TV Globo em relação à falta de cobertura por parte da emissora, segundo ele, dos vazamentos de supostas conversas entre o então juiz Sergio Moro e procuradores que atuavam na Operação Lava Jato.

"O que a Globo está fazendo com o Intercept, era capaz que o nazismo não fizesse", afirmou Lula. O ex-presidente ainda alegou que a Globo citou o site The Intercept, responsável por divulgar os diálogos, apenas duas vezes: quando o portal revelou que o apresentador global Fausto Silva havia dado conselhos a Moro e quando o nome do jornalista Roberto D'Ávila, que trabalha na emissora.

A Globo, no entanto, repercute as denúncias do site desde junho do ano passado, quando a chamada Vaza Jato fez a sua publicação de estreia.

Notícias relacionadas