Política

Senador pede quebra dos sigilos fiscais e telemáticos de testemunha que mentiu a CPMI

Hans River é ex-funcionário da Yacows, empresa investigada por disparos de mensagens em massa na corrida presidencial de 2018

[Senador pede quebra dos sigilos fiscais e telemáticos de testemunha que mentiu a CPMI]
Foto : Jane de Araújo/ Agência Senado

Por Luciana Freire no dia 18 de Fevereiro de 2020 ⋅ 17:00

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) requereu a quebra dos sigilos bancário, fiscal, telefônico e telemático ligados a Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da Yacows.

A Yakows é uma empresa especializada em marketing digital investigada por disparos de mensagens em massa na corrida presidencial de 2018. River depôs na CPMI das Fake News e teria mentido sobre fatos relatados.

Alessandro tem dúvidas acerca da credibilidade do depoimento de Hans. “como não se tem acesso ao inteiro teor das conversas e de outros dados sigilosos da testemunha, não é possível afirmar peremptoriamente a quem assiste razão”, disse.

“A depender da íntegra dos diálogos mantidos entre a repórter e o seu informante, a conduta deste último pode vir a ser tipificada pelo crime de falso testemunho”, informou Alessandro.

Notícias relacionadas