Política

Moro se junta a Guedes e Mandetta em oposição a Bolsonaro

Bloco de ministros recebeu o apoio de militares e criou um movimento oposto ao comportamento do presidente, que tem sido contrário ao confinamento das pessoas

[Moro se junta a Guedes e Mandetta em oposição a Bolsonaro]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Metro1 no dia 31 de Março de 2020 ⋅ 10:40

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, se juntou a Paulo Guedes, ministro da Economia, em apoio ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, na defesa das ações contra a pandemia de coronavírus e a proliferação do vírus. Medidas como o distanciamento social e isolamento da população no combate à Covid-19 estão entre as bandeiras defendidas pela pasta da Saúde. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o bloco de ministros recebeu o apoio de militares e criou um movimento oposto ao comportamento do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), que tem sido contrário ao confinamento das pessoas, incluindo o fechamento do comércio.

Diante do isolamento político do chefe do Executivo, Mandetta já conta com o apoio da cúpula do Legislativo e do Judiciário. Ontem (30), o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, destacou a necessidade do isolamento social. Ainda segundo o jornal, Moro deixou claro a pessoas próximas e a colegas de Esplanada a sua insatisfação com as recentes atitudes do presidente. No final de semana, Bolsonaro promoveu um passeio a pontos de comércio de Brasília, onde cumprimentou apoiadores. 

Já Paulo Guedes manifesta de forma reservada o apoio a Mandetta em conversa com políticos e aliados empresariais. Publicamente, o chefe do plano econômico do governo disse em pelo menos duas ocasiões não enxergar motivos para que o país coloque fim ao isolamento, sempre sinalizando em aceno ao titular da Saúde.

Notícias relacionadas