Política

Kennedy Alencar diz que Bolsonaro tem ‘comportamento genocida’ diante de pandemia

"A forma como ele se comporta, desautorizando o ministro da Saúde, coloca a saúde de brasileiros em risco”, declarou.

[Kennedy Alencar diz que Bolsonaro tem ‘comportamento genocida’ diante de pandemia]
Foto : Reprodução/ Youtube

Por Juliana Almirante no dia 31 de Março de 2020 ⋅ 12:49

O jornalista e comentarista político Kennedy Alencar afirmou, em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã de hoje (31), que o presidente da República, Jair Bolsonaro, tem um comportamento “genocida” diante da pandemia do novo coronavírus, ao desautorizar as recomendações do próprio Ministério da Saúde.

“O presidente Jair Bolsonaro está em um estado de negação inacreditável. Não há palavra amena para descrever o comportamento do presidente, um comportamento de genocida. A forma como ele se comporta, desautorizando o ministro da Saúde, coloca a saúde de brasileiros em risco”, declarou.

Na opinião dele, o Congresso Nacional já deveria ter aberto um processo de impeachment contra Bolsonaro e citou a declaração do chefe do Ministério Público Federal (MPF), que defendeu que as manifestações do presidente estão resguardadas pela liberdade de expressão e pela imunidade do seu cargo.

“Os crimes de responsabilidade já foram cometidos em série. Acontece que Augusto Aras não é um Procurador-Geral, ele é engavetador geral. Ele já está procurando uma desculpa para amenizar o comportamento de Bolsonaro, dizendo que o presidente tem direito a ter opinião própria. Não se trata de ter opinião ou não. Se trata de ouvir a ciência. Trata-se de respeitar os fatos e entender as recomendações médicas  do mundo inteiro”, alerta.

Notícias relacionadas