Política

Novo diretor-geral da PF deve trocar superintendente do Paraná

Quem ocupa o cargo atualmente é Luciano Flores, um dos delegados em ascensão na PF e que atuou diretamente na Lava Jato

[Novo diretor-geral da PF deve trocar superintendente do Paraná]
Foto : Isac Nóbrega/PR/Divulgação

Por Luciana Freire no dia 14 de Maio de 2020 ⋅ 15:00

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Rolando de Souza, cogita trocar o comando da Superintendência da PF no Paraná, uma das mais importantes do país. A informação foi divulgada pelo G1, blog da Natuza Nery.

Quem ocupa o cargo atualmente é Luciano Flores, um dos delegados em ascensão na PF e que atuou diretamente na Lava Jato. Ele foi um dos delegados que interrogou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante condução coercitiva.

Foi Mauricio Valeixo que havia colocado Flores na superintendência da PF no Paraná. Valeixo foi exonerado do cargo em 24 de abril por decisão de Bolsonaro. Na ocasião, Moro anunciou demissão do cargo e acusou Bolsonaro de tentar interferir politicamente no comando da PF ao demitir Valeixo.

Notícias relacionadas