Política

OAB pede que STF divulgue elementos da investigação sobre interferência de Bolsonaro na PF

Foi enviado ao STF ontem (13), um ofício assinado pelo presidente da Ordem, Felipe Santa Cruz, e pelo presidente da Comissão de Estudos Constitucionais, Marcus Vinicius Furtado

[OAB pede que STF divulgue elementos da investigação sobre interferência de Bolsonaro na PF]
Foto : Rosinei Coutinho/SCO/STF

Por Luciana Freire no dia 14 de Maio de 2020 ⋅ 17:40

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) solicitou ao relator do inquérito que apura suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, que compartilhe informações sobre a investigação.

Foi enviado ao STF ontem (13), um ofício assinado pelo presidente da Ordem, Felipe Santa Cruz, e pelo presidente da Comissão de Estudos Constitucionais, Marcus Vinicius Furtado.

OAB analisa o caso para avaliar se os fatos tornados públicos pelo ex-ministro Sérgio Moro poderiam caracterizar crime de responsabilidade. A tipificação abre precedente para um processo de impeachment contra o presidente.

O ministro Celso de Mello deu 48 horas para que a Procuradoria-Geral da República e a Advocacia-Geral da União se manifestem sobre o levantamento do sigilo.

Notícias relacionadas