Política

Eduardo e Carlos Bolsonaro chamam operação da PF contra aliados do presidente de ‘inconstitucional’

Polícia cumpriu mandados de busca e apreensão em inquérito das fake news do STF a mando de Alexandre de Moraes

[Eduardo e Carlos Bolsonaro chamam operação da PF contra aliados do presidente de ‘inconstitucional’]
Foto : Roberto Jayme//TSE

Por Lara Curcino no dia 27 de Maio de 2020 ⋅ 12:20

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), filhos do presidente Jair Bolsonaro, utilizaram suas contas no Twitter hoje (27) para criticar a operação da Polícia Federal desta manhã.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão contra diversos aliados do chefe do Executivo, no âmbito do inquérito da fake news do Supremo Tribunal Federal, a mando do ministro da Corte Alexandre de Moraes. 

Eduardo questionou a procedência da investigação e da ordem judicial. Esse não é aquele inquérito que a PGR Raquel Dodge pediu para arquivar mas o Min. STF Alexandre de Moraes não permitiu e deu continuidade? Achei que não existisse processo judicialiforme no Brasil... Não é o MP/PGR titular da ação penal?”, perguntou o deputado.

Já Carlos classificou a operação como “inconstitucional”. "O que está acontecendo é algo que qualquer um desconfie que seja proposital. Querem incentivar rachaduras diante de inquérito inconstitucional, político e ideológico sobre o pretexto de uma palavra politicamente correta? Você que ri disso não entende o quão em perigo está!", escreveu ele.

Notícias relacionadas